28 de Fevereiro de 2021 -
 
14/02/2021 - 12h00
Casal acusado de latrocínio é preso em Ribas do Rio Pardo
O casal alegou que 'fizeram besteira' por estarem embriagados
Redação/Fotos: Assessoria PCMS
Riopardonews/Agoranews

Na manhã deste domingo (14), o S.I.G. (Setor de Investigações Gerais) da Polícia Civil de Ribas do Rio Pardo prendeu em flagrante Wanderson P. de S. (21) e Ana Cláudia de A. (25), suspeitos de praticar o crime de latrocínio contra um senhor de 57 anos.

Segundo apurado, o casal decidiu entrar na residência da vítima para a subtração de objetos.

Os suspeitos pensaram que não havia ninguém na casa. Ocorre que se depararam com a vítima, que reagiu e partiu para cima deles. Então, o casal se muniu de facas e deram vários golpes na vítima, ocasionando seu óbito.

Na sequência, os suspeitos roubaram vários objetos da residência, tais como televisão, ventilador, máquina de lavar, mala com roupas, caixa de ferramentas, etc., e colocaram fogo no local para despistar a ação da Polícia.

Após isso, empreenderam fuga. Diante dos fatos, a Polícia Civil foi acionada e iniciou imediatamente as investigações.

Depois de algumas horas, os policiais receberam várias denúncias anônimas de que o casal teria sido visto saindo do local carregando diversos objetos.

Com essas informações, a equipe do S.I.G., composta por um Investigador e um Delegado, realizaram diligências e conseguiram encontrar os suspeitos em suas residências. No local, foi localizada uma mala com roupas da vítima.

Os suspeitos foram entrevistados em separado e a mulher, Ana Cláudia de A., acabou confessando a prática delitiva juntamente com seu companheiro, dando detalhes de como ocorreram os fatos. Depois da confissão da mulher, Wanderson P. de S., vulgo Foguinho, também admitiu o cometimento do crime.

O casal alegou que “fizeram besteira” por estarem embriagados e, também, por terem pensado que não havia ninguém na residência. Eles demonstraram arrependimento.

Depois de suas confissões, os suspeitos indicaram à Polícia o esconderijo dos demais objetos, os quais foram inteiramente recuperados. Por fim, os suspeitos receberam voz de prisão pela prática do crime de latrocínio e estão à disposição da Justiça.

Por Assessoria PCMS

 

publicidade
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
© 2013 - AgoraNews.com.br - Todos os Direitos Reservados

É expressamente proibida cópia, reprodução parcial, reprografia, fotocópia ou qualquer forma de extração de informações deste sem prévia autorização dos autores conforme legislação vigente.