27 de Setembro de 2020 -
 
18/08/2020 - 07h45
Covid-19: Agepen suspende visita a detentos do MS por mais 15 dias
Liziane Berrocal
Aonça.com/Agoranews

A Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen) prorrogou por mais quinze dias a suspensão das visitas em todas as unidades prisionais de Mato Grosso do Sul. O prazo vai até 31 de agosto e visa prevenir a proliferação do novo coronavírus no ambiente carcerário.

O novo documento com prorrogação dos prazos foi expedido nesta segunda-feira (17), e encaminhado aos estabelecimentos penais e assistenciais da instituição, além de órgãos públicos ligados à saúde, justiça, execução penal e afins para conhecimento.

A medida atende orientações do Departamento Penitenciário Nacional (Depen) e Conselho Nacional dos Secretários de Estado da Justiça, da Cidadania, Direitos Humanos e Administração Penitenciária (Consej). A suspensão também se deve ao quadro crítico em que o Estado vem enfrentando, com aumento significativo de novos casos e óbitos, por conta do coronavírus, na população da Capital e interior.

Como forma de evitar a aglomeração de pessoas, a iniciativa visa prosseguir com a adoção de procedimentos e métodos para prevenção de contágio pela Covid-19, tendo em vista a vulnerabilidade da população em situação de encarceramento.

Em contrapartida, a Agepen implantou a operacionalização de visitas virtuais assistidas utilizando a tecnologia de videochamadas. Para reforçar a iniciativa e atender a grande demanda, o Instituto Ação pela Paz doou 55 notebooks para a agência penitenciária.

O procedimento é uma opção aos reeducandos de Mato Grosso do Sul poderem manter o contato com familiares nesse período de isolamento social, reforçando a importância do vínculo afetivo no processo de reintegração social efetiva.

A Agepen mantém os cuidados preventivos nos casos de entrada de novos custodiados, que continuam passando por triagem preliminar. Além disso, também é realizado o isolamento preventivo de internos que chegam de delegacias ou daqueles que apresentam sintomas gripais, com acompanhamento médico necessário.

Também são fornecidas máscaras a todos os custodiados, cujo uso segue obrigatório nas unidades prisionais. Outra medida importante é a aplicação de testes para detecção da Covid-19, conforme as normas técnicas do Depen. E a campanha de vacinação contra a gripe também foi antecipada e imunizou internos e servidores.

publicidade
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
© 2013 - AgoraNews.com.br - Todos os Direitos Reservados

É expressamente proibida cópia, reprodução parcial, reprografia, fotocópia ou qualquer forma de extração de informações deste sem prévia autorização dos autores conforme legislação vigente.