23 de Junho de 2018 -
 
12/03/2018 - 11h55
Decretada prisão preventiva de motorista que matou jovem atropelado
Acidente aconteceu na madrugada de domingo (11), na Avenida Aracruz, no Bairro Estrela Dalva
Viviane Oliveira e Bruna Kaspary
Campograndenews/Agoranews
Carro envolvido no acidente ficou com a frente
danificada - (Foto: Paulo Francis)

Nesta manhã (12), a Justiça converteu em preventiva a prisão do vendedor e acadêmico de Medicina Veterinária Robison Fernandes Júnior, 32 anos. Na madrugada de domingo (11), ele foi preso em flagrante em casa após invadir calçada, atropelar e matar Matheus Santos Pereira de Souza, 21 anos. O acidente aconteceu na Avenida Aracruz, no Bairro Estrela Dalva, em Campo Grande.

Em depoimento, Robison relatou à polícia que, voltava da casa da tia dirigindo um Fiat Uno, de cor branca, e seguia para sua residência, na Rua Pinhão, no Bairro Carandá Bosque, junto com os filhos de 11 e 5 anos, que dormiam dentro do carro. Quando ao passar pela rotatória sentiu o impacto de uma colisão. Ele disse que a primeira reação foi acalmar as crianças que choravam muito e não chegou a descer do carro.

Acreditando que havia colidido contra uma árvore, engatou à marcha ré e foi embora, com um dos pneus estourados. Lá, estacionou o veículo na garagem e foi deitar. Ele garantiu que só ficou sabendo do acidente horas depois, após ser acordado pela Polícia Militar de Trânsito e informado sobre a morte do rapaz. Ele afirma que não conhecida a vítima e não a atropelou de propósito.

Robison acredita que o acidente aconteceu porque dormiu ao volante, pois havia tomado relaxante muscular e antialérgico e estava sonolento. Afirma ainda que foi embora do local sem chamar a polícia porque estava com IPVA e licenciamento atrasado. O vendedor foi autuado por homicídio culposo qualificado por ter ocorrido na calçada e evasão do local do acidente.

Caso - De acordo com familiares da vítima, Matheus voltava de uma conveniência a pé pela via, quando foi surpreendido pelo veículo e arremessado a metros de distância. O motorista fugiu após o acidente. O suspeito foi reconhecido pelo dono da conveniência próxima ao local do atropelamento e preso em flagrante em casa. Conforme revelou a prima da vítima, que não quis se identificar, a prisão teria acontecido enquanto o rapaz tentava pendurar um lençol no portão da residência, como tentativa de esconder o veículo.

Local onde ocorreu acidente na noite de ontem - (Foto: O Pantaneiro)

 

publicidade
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
© 2013 - AgoraNews.com.br - Todos os Direitos Reservados

É expressamente proibida cópia, reprodução parcial, reprografia, fotocópia ou qualquer forma de extração de informações deste sem prévia autorização dos autores conforme legislação vigente.
Desenvolvido por:
Ribero Design
(67) 9979-5354