09 de Dezembro de 2019 -
 
09/08/2019 - 08h30
Fiscais da Vigilância Sanitária de Dourados fazem protesto por escalonamento de salários
A produtividade também está cortada devido uma denuncia feita no Ministério Público de Dourados
Redação
Agora News
Prédio do órgão em Dourados.

Fiscais da Vigilância Sanitária de Dourados estão realizando um protesto em frente ao prédio que fica na avenida Weimar Gonçalves Torres na cabeceira alegre em Dourados. O protesto é por conta do escalonamento de salários, eles recebaram 40% do valor que tem direito no salário e segundo informou um servidor os outros 60% não tem previsão de pagamento e nem se será o restante integral ou escalonado também.

O protesto teve início por volta das 08h da manhã e vai até o fechamento da unidade as 13h30. "Nós fomos pegos de surpresa com o buxixo no final do mês de julho que nosso salário iria ser escalonado, mas esperamos e realmente foi, nós somos trabalhadores que temos nossas despezas mensais para pagar e com isso as nossas contas não são escalonadas", desabafou uma outra servidora. 

Os serviores da vigilância sanitária de Dourados cumprem uma carga horária de 30 horas semanais das 07h30 ás 13h30 mas ás vezes realizam trabalhos fora do expediente, á tarde e as vezes a noite também, pois tem comércios que abrem apenas a tarde ou no período noturno. 

Corte na produtividade

Os fiscais que atendem várias secretaria da prefeitura municipal de Dourados teve a sua produtividade cortada a pedido no Ministério Público Estadual, (MPE). O motivo foi uma denúncia feita junto ao órgão, onde diz que os fiscais da Vigilância Sanitária, Procon, Inspeção Sanitária, Imam, Senshur Obras, Agricultura e Fiscais Tributários recebiam 100% além do seu vencimento. Por conta desra denúncia o MPE encaminhou uma recomendação para cessar a produtividade e pagamento até se regulamentar pela lei.

Após a denúncia foi aberto um processo pelo Ministério Público Estadual de número 062018000030209, processo esse que pede o corte da produtividade. Os fiscais em modo geral recebiam 100% que era um direito adquirido e previsto pelo Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração (PCCR) dos serevidores de Dourados. 

Segundo uma outra servidora, a regulamentação em decreto só saiu até o momento para os Fiscais da Senshur Obras e da Inspeção Sanitária, enquanto isso a pontuação para a produtividade das outras secretarias estão paralizadas.  

 

publicidade
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
© 2013 - AgoraNews.com.br - Todos os Direitos Reservados

É expressamente proibida cópia, reprodução parcial, reprografia, fotocópia ou qualquer forma de extração de informações deste sem prévia autorização dos autores conforme legislação vigente.