14 de Dezembro de 2018 -
 
29/07/2018 - 10h12
Pente-fino do INSS pode cortar até 1 milhão de benefícios
O governo prevê acabar com quase 20% dos auxílios-doença e aposentadorias por invalidez
Por Victor Hugo Ortiz
NoticiasCG/Agoranews

Até o final do ano, o pente-fine do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) poderá cortar 1 milhão de benefícios irregulares, segundo prevê o ministro do Desenvolvimento Social, Alberto Beltrame.

Em 2016, o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, anunciou a revisão nos nos auxílios-doença e nas aposentadorias por invalidez para eliminar pagamentos a pessoas que não têm direito a receber o benefício.

Beltrame afirmou em entrevista ao G1 que a projeção do governo é de que o pente-fino reduze 20% dos benefícios. “Nós imaginamos que, ao final do processo, nós teremos identificado cerca de 1 milhão de beneficiários que vinham recebendo benefícios irregularmente da Previdência”, disse.

Ainda de acordo com o ministro, a estimativa é que a economia para o fundo de Previdência chegue a R$ 20 bilhões.

Há dois anos o INSS tem convocado para perícia médica os segurados que recebem auxílio-doença ou aposentadoria por invalidez. A meta é realizar 1,5 milhão de perícias.

No caso do auxílio-doença, foi convocado quem não passa pela revisão médica há mais de dois anos. Na aposentadoria por invalidez, devem realizar a perícia os beneficiários com menos de 60 anos de idade, que estão há dois anos ou mais sem realizar o exame.

Ficaram de fora as pessoas com mais de 60 anos, além de segurados com 55 anos de idade, que recebem o benefício há pelo menos 15 anos.

publicidade
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
© 2013 - AgoraNews.com.br - Todos os Direitos Reservados

É expressamente proibida cópia, reprodução parcial, reprografia, fotocópia ou qualquer forma de extração de informações deste sem prévia autorização dos autores conforme legislação vigente.
Desenvolvido por:
Ribero Design
(67) 9979-5354