17 de Agosto de 2019 -
 
06/08/2019 - 09h30
Em 1 mês, Hospital Regional de Dourados realizou 1,2 mil consultas e 202 cirurgias
Do total, 80 foram de cirurgias oftalmológicas de catarata e pterígio; também fez 191 endoscopias e 130 colonoscopias; unidade é referência em cirurgias eletivas para 33 municípios
Assessoria SES
Agora News

O Hospital Regional de Cirurgias da Grande Dourados (HRCGD) vem otimizando a oferta de exames de colonoscopia, endoscopia e consultas pré-operatórias. Entre os meses de junho e julho, a equipe realizou aproximadamente 1.200 consultas e 202 cirurgias, destas, 80 cirurgias oftalmológicas de catarata e pterígio, 191 endoscopias e 130 colonoscopias.

A unidade hospitalar é gerenciada pelo Instituto Acqua, em contrato com o governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES) de Mato Grosso do Sul.

A diretora-geral da unidade, Patrícia de Oliveira, ressaltou as melhorias que a unidade vem obtendo, desde que houve a mudança de gestão na unidade. “Neste primeiro mês já conseguimos organizar o fluxo dos procedimentos cirúrgicos e serviços de diagnósticos aos municípios dos quais o hospital é referência, bem como o atendimento oftalmológico, cirurgias de catarata e pterígio, pois temos alta demanda desse serviço.

O fluxo de colonoscopias também foi otimizado e hoje estamos com demandas de Campo Grande agendadas, pois as de Dourados e região já foram atendidas. Nossa prioridade é executar a gestão com qualidade e transparência”, afirmou.

A unidade oferta consultas pré-operatórias das especialidades de cirurgia geral, ortopedia, vascular, ginecológica, urológica, otorrinolaringologia, oftalmologia e cardiologia pré-cirúrgica. As consultas, exames e cirurgias eletivas são agendadas por meio do sistema de regulação de vagas: o paciente que tiver a indicação médica é direcionado ao hospital.

Vera Lúcia Jaques, 37 anos, passou por uma cirurgia para a retirada da vesícula e elogiou o atendimento. “O acolhimento da equipe é surpreendente. Mesmo após a alta hospitalar, eles me ligavam para saber se eu estava com alguma dor após a cirurgia”, comentou. Para Mauro Claro Alves, 54 anos, o hospital tem ótima estrutura. “Meu período de internação foi excelente desde a primeira consulta até a alta. Realizei todos os exames pré-cirúrgicos aqui mesmo”, disse.

O hospital foi criado com objetivo de realizar demandas de baixa e média complexidade, para reduzir a fila de espera por esses procedimentos. A unidade realiza ainda exames de ultrassonografia, radiografia, eletrocardiograma, endoscopia e colonoscopia.

 

publicidade
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
© 2013 - AgoraNews.com.br - Todos os Direitos Reservados

É expressamente proibida cópia, reprodução parcial, reprografia, fotocópia ou qualquer forma de extração de informações deste sem prévia autorização dos autores conforme legislação vigente.