20 de Abril de 2019 -
 
11/04/2019 - 15h30
Deputado Lucas de Lima preside reunião da Comissão do Meio Ambiente da Assembléia Legislativa
Redação
Agora News
Deputado Estadual liderou a reunião da Comissão de Meio
Ambiente da Assemblía Legislativa - Foto: Assessoria

O deputado estadual Lucas de Lima (SD), presidiu nesta quinta-feira (11/04) a reunião da Comissão do Meio Ambiente da Assembléia Legislativa de Mato Grosso do Sul, para discutir diversas situações de degradação do meio ambiente em várias cidades do estado em especial a da “Frente Parlamentar” proposta pelo deputado Lucas de Lima que discute o combate ao turvamento e assoreamento dos rios da região de Bonito e Jardim.

Além do deputado Lucas de Lima que presidiu a reunião, participaram o Presidente do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul ( IMASUL) Ricardo Eboli, os deputados membros da comissão Coronel David (PSL), Jamilson Name (PDT), Capitão Contar (PSL) e também participou Giselle Marques de Araújo do Programa de Estado Doutorado e Meio Ambiente da Uniderp.

Diversos assuntos dentro da pauta foram tratados e Lucas de Lima lembrou que não só a região de Bonito mas várias situações no estado são preocupantes com assoreamento de rios como os das bacias do Rio Taquari na região norte, do Rio Ivinhema no Vale do Ivinhema, do Rio Dourado na região Sul, do Rio Paraná nas regiões do bolsão e que também banha a região sul do estado. Já Campo Grande existe suas áreas ambientais e os córregos que circulam a capital.

Também foi proposta uma nova reunião para discutir uma “Audiência Pública” para tratar do assunto na cidade do Bonito. “Iremos sim discutir com a sociedade e o governo do estado em uma audiência pública, aqui na assembléia ou na própria cidade de Bonito que seria mais provável para trazermos para a discussão não só as autoridades mas a população, os empresários do agro, empresários de revendas de insumos agrícolas e outros” disse Lucas de Lima.

Ainda foi proposta na reunião da Comissão do Meio Ambiente, que o governo do estado tome medidas urgentes, baixando um decreto emergencial para que suspenda novos empreendimentos, que faça uma nova avaliação e crie uma força tarefa para fiscalizar o cumprimento da lei com a participação da Policia Militar Ambiental (PMA), IMASUL e Ministério Público Estadual (MPE) que conta com uma equipe técnica treinada para tal assunto.

A próxima reunião da Comissão do Meio Ambiente da Assembléia Legislativa, será marcada em data a ser agendada pela casa de leis.

publicidade
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
© 2013 - AgoraNews.com.br - Todos os Direitos Reservados

É expressamente proibida cópia, reprodução parcial, reprografia, fotocópia ou qualquer forma de extração de informações deste sem prévia autorização dos autores conforme legislação vigente.