09 de Dezembro de 2021 -
 
15/10/2021 - 00h10
MST invade Aprosoja para protestar contra fome e insegurança alimentar 'ASSISTA'
Grupo pichou a sede da associação no Lago Sul, em Brasília
Redação
R7Brasilia/Agoranews

Manifestantes do Movimento Sem Terra (MST) ocuparam o prédio da Associação de Produtores de Soja e Milho em Brasília para protestar contra o avanço da fome e da insegurança alimentar no país.

Cerca de 60 pessoas estiveram no ato, e picharam paredes da sede, no Lago Sul. A Polícia Civil agora apura o caso como dano material e associação criminosa. 

Além dos portões e do muro, o grupo pichou paredes da associação e jogou tinta vermelha nas janelas.

Entre os dizeres pichados, estão frases como "Agro é morte", "Soja não enche prato" e "Bolsonaro é fome". 

A Via Campesina Brasil, parte da organização internacional de camponeses, assumiu a autoria do ato pelas redes sociais. Em um manifesto, eles afirmam que a medida é parte das ações da Jornada Nacional pela Soberania Alimentar. No texto, eles atribuem ainda a miséria e a fome dos brasileiros ao governo federal.

VEJA O VÍDEO: 

publicidade
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
© 2013 - AgoraNews.com.br - Todos os Direitos Reservados

É expressamente proibida cópia, reprodução parcial, reprografia, fotocópia ou qualquer forma de extração de informações deste sem prévia autorização dos autores conforme legislação vigente.