04 de Agosto de 2021 -
 
20/07/2021 - 16h30
Acidente que matou garçom não teve perícia, pois veículos foram removidos do local e condutor foi liberado
O acidente ocorreu no cruzamento após o motorista da pick-up fazer uma conversão a esquerda na contramão
Redação/Fotos Sidnei Bronka e Adilson Domingos
Informações Por Hélio Freitas/Campo Grande News
Momento em que Gilmar chegada ao pronto socorro do hospital -
Foto: Adilson  Domingos. 

Um acidente ocorrido na madrugada desta terça-feira (20/07), matou o motociclista Gilmar Benites, 45 anos que voltava para casa após deixar a esposa no trabalho.

O condutor de um veículo pick-up Montana, o jovem de 21 anos identificado como Guilherme Alencar de Meneses fez uma conversão proibida á esquerda no cruzamento da Avenida Marcelino Pires com a Rua Hiran Pereira de Matos, próximo a empresa Sertão.

O motivo

Segundo o que foi apurado, o condutor da Montana, o Guilherme também seguia pela avenida Marcelino Pires mas no sentido bairro-centro, contrátio da vítima Gilmar Benites que seguia no sentido centro-bairro.

Ao chegar na rua Hiran Pereira de Matos, Guilherme de Meneses fez uma  conversão proibida á esquerda atingindo em cheio a motocicleta Suzuky de cor ´prata, jogando a vítima ao solo. No cruzamento existem duas placas indicando não conversão á esquerda e proibido retornar, a qual foram desrespeitadas. 

Segundo o boletim de ocorrência registrado na Polícia Civil, o motociclista chegou a ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros e pelo Samu (Serviço Móvel de Urgência), mas morreu a caminho do hospital.

O motorista da Montana, Guilherme Alencar permaneceu no local e relatou aos policiais militares que trafegava pela Marcelino Pires e no cruzamento com a Hiran Pereira de Matos fez a conversão à esquerda na contramão de direção e bateu na moto.

Sem perícia 

Segundo o que foi apurado por familiares da vítima e está no boletim de ocorrência, os trabalhos de perícia técnica não foram feitos no local. O motivo que foi alegado é que os veículos foram removidos do local, dificultando o trabalho da perícia da Polícia Civil de Dourados. Segundo o boletim de ocorrência a perícia foi acionada mas não compareceu pelo fato de os veículos terem sido removidos do local, assim como a vítima.

Moto de Gilmar no asfalto e ao fundo a picape Montana que fez conversão
proibida - (Foto: Sidnei Bronka) 

Condutor liberado 

Segundo o que foi apurado pelo Portal de Notícias Campo Grande News; A moto (como é possível ver nas fotos desta reportagem) estava no asfalto e foi arrastada para a calçada. O condutor também foi liberado pelos PMs para ir embora com o veículo, apesar de o acidente ter terminado com a morte de uma pessoa.

A equipe da PM que registrou o boletim na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) narrou que Guilherme não foi apresentado porque o local do crime não foi preservado.

O Campo Grande News procurou a assessoria de comunicação da Polícia Militar em Dourados para saber se esse é o procedimento correto, mas não obteve resposta até a publicação desta reportagem.

Ao amanhecer moto de vítima já tinha sido arrastada para a calçada -
Foto: Adilson Domingos 

 

publicidade
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
© 2013 - AgoraNews.com.br - Todos os Direitos Reservados

É expressamente proibida cópia, reprodução parcial, reprografia, fotocópia ou qualquer forma de extração de informações deste sem prévia autorização dos autores conforme legislação vigente.