24 de Junho de 2017 -
 
16/06/2017 - 20h25
Após ser encontrada com vida mas muito debilitada, empresária está internada em hospital de Sidrolândia
Izomar Galeano
Agoranews/Informações Regiãonews
Thaís estava em milharal e estado debilitado quando foi encontrada
no começo desta noite - (Foto: Facebook/Reprodução)

Após quase dois dias desaparecida, Thaís Regina de Souza Valadares, 40 anos, foi encontrada no início da noite desta sexta-feira (16) na área rural próximo de um assentamento no municipio de Sidrolândia, distante 75 km de Campo Grande. Thais foi encontrada após buscas realizadas. policiais rodoviários, militares, bombeiros, amigos e familiares formaram força-tarefa para realizar buscas na mesma região e horas depois de acharem o VW Gol vermelho, encontraram a mulher, segundo o subcomandante da PRE (Polícia Rodoviária Estadual), tenente-coronel Elcio Almeida. 

"Não sabemos das circunstâncias ainda, se ela sofreu alguma violência ou não. Estava muito debilitada e por isso, priorizamos o socorro", explicou Almeida. Segundo a assessoria de imprensa dos Bombeiros, ela foi encontrada ao responder, mesmo fraca, ao chamado do grupo de buscas. O veículo estava abandonado em uma estrada de terra da zona rural da cidade. Não havia sinais de violência no interior do carro, que foi encaminhado para a perícia. Thaís teria estacionado o veículo no local e saído dele andando.

Perdida no caminho

Ainda conforme a assessoria dos Bombeiros, ela estava entre 5 e 8 km do local onde foi achado o carro. Durante o resgate, ela apenas disse que estava com sede e fome. No Hospital Elmiria Silvério Barbosa de Sidrolândia, foi constatado quadro de desidratação na empresária, que tem diabetes e, segundo a família, não realiza o tratamento correto.

Havia a informação inicial de que Thaís seria encaminhada direto para Campo Grande, porém, ela antes passou pelo hospital de Sidrolândia, onde segue sob observação. Exames foram pedidos para avaliar se há necessidade de transferência para a Capital, mas ainda não há resultado.

Informação publicada pelo site Região News, de Sidrolândia, aponta que Thaís teria se perdido no caminho para Maracaju e, depois de ficar com o carro atolado, passou a andar em círculo para evitar cobras e ataques de onças pardas, comuns na região. Porém, ela estava com a fala desconexa.

 

 

publicidade
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
© 2013 - AgoraNews.com.br - Todos os Direitos Reservados

É expressamente proibida cópia, reprodução parcial, reprografia, fotocópia ou qualquer forma de extração de informações deste sem prévia autorização dos autores conforme legislação vigente.
Desenvolvido por:
Ribero Design
(67) 9979-5354