18 de Setembro de 2019 -
 
29/08/2019 - 17h30
Operação da PF realizou buscas em dois locais em Dourados
Por Adriano Moretto
Douradosnews/Agoranews

A Operação Ghostwood [madeira fantasma], desencadeada hoje (29/8) em Mato Grosso do Sul e no Paraná, cumpriu mandados de busca e apreensão em duas madeireiras de Dourados. 

Nas primeiras horas da manhã, policiais federais estiveram em estabelecimentos comerciais localizados no bairro Panambi Verá e também na Vila Esperança, onde saíram de lá com vários documentos. 

A ação foi realizada para desarticular grupo suspeito de emitir DOF's (Documentos de Origem Florestal) falsos por determinação 1ª Vara Federal de Ponta Porã. 

Além de Dourados e da cidade de fronteira, agentes atuaram também em Campo Grande, Sete Quedas e Umuarama (PR).

Ao todo foram cumpridos, segundo balanço divulgado nesta tarde pela Superintendência da Polícia Federal em Mato Grosso do Sul, 10 mandados de busca e apreensão, 12 de interdição e lacração de estabelecimentos e 12 de suspensão de atividade econômica. 

Os servidores do Ibama, que prestaram apoio à PF ao longo da operação, ainda lavraram três autos de infração durante o cumprimento dos mandados. 

De acordo com a Polícia Federal, em regra, a emissão dos DOF’s falsos tem como finalidade ludibriar a fiscalização e legalizar produtos de origem florestal adquiridos de forma ilegal. 

Para a emissão e recebimento dos documentos falsos, os investigados utilizavam tanto empresas de fachada quanto madeireiras em pleno funcionamento.

Investigação 

Segundo a Polícia Federal, as investigações tiveram início depois de auditoria on-line realizada pelo Ibama no sistema operacional que detalha toda a operação de comercialização de madeiras.

A suspeita, segundo informou o Campo Grande News, é que pelo houve fraudes em documentos para que a venda de pelo menos 1,3 mil metros cúbicos de madeira – correspondente a 30 carretas – fosse comercializado. 

publicidade
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
© 2013 - AgoraNews.com.br - Todos os Direitos Reservados

É expressamente proibida cópia, reprodução parcial, reprografia, fotocópia ou qualquer forma de extração de informações deste sem prévia autorização dos autores conforme legislação vigente.