14 de Dezembro de 2018 -
 
10/10/2018 - 08h00
Juiz Odilon afirma que vários pontos do programa de Jair Bolsonaro se encaixa perfeitamente com o seu
Izomar Galeano
Agora News

Em entrevista a Rádio FM Capital 95,7 o candidato a governador Juiz Odilon quando perguntado de que lado ele vai estar a nível nacional no segundo turno, Odilon diz que irá aguardar a definição do partido, mas já está convicto de que independente do que a Executiva Nacional definir aqui no estado ele estará liberado e não vinculado a quem o PDT nacional irá apoiar.

Em entrevista no último domingo Ciro Gomes que disputou a eleição para presidente da república pelo PDT foi enfático dizendo "Nele Não", se referindo ao candidato Jair Bolsonaro (PSL).

Assim sendo o candidato ao governo  Juiz Odilon afirma que aqui no Mato Grosso do Sul ele estará livre para apoiar quem quiser e não necessariamente seguir a definição da nacional. "O programa de governo do Bolsonaro como na saúde, na educação, na segurança pública e anti-corrupção se encaixa perfeitamente com o que eu penso e com o que está no meu programa de governo. Em momento algum eu disse que iria apoiar Haddad, isso é Fakenews, é mentira", afirmou o candidato.

Programas de governo

Na mesma entrevista, quanto aos institutos penais, o candidato diz que quer levar a humanização aos presos, profissionalizar o preso dentro do sistema penal com parcerias com sistemas de cursos e empresas para quando ele sair da sua condução de preso não voltar para o crime. "Temos que valorizar o agente penitenciário que hoje apenas um agente cuida de 100 presos, e isso é um absurdo, temos que valorizar os funcionários e inclusive fazer com ele fique seguro dentro do seu trabalho.

Educação, temos que se dedicar aos jovens com escolas em tempo integral, temos que criar escolas profissionalizantes para que o jovem que não pode trabalhar sendo menor como a lei não permite, o nosso governo tem que fazer parcerias no setor privado com cursos profissionalizante, para quando ele   for trabalhar já está preparado para o primeiro emprego. 

No governo do juiz Odilon haverá transparência e não haverá maracutaia com toma la da cá com deputados, apezar de a coligação de Odilon ter eleito apenas dois deputados estaduais vai trabalhar em prol da população de Mato Grosso do Sul. "Quero um estado governado com transparência e sem corrupção,bquero um estado limpo, então quer quizer me acompanhar para termos um estado limpo e sem corrupção, venham comigo", disse o candidato.

publicidade
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
© 2013 - AgoraNews.com.br - Todos os Direitos Reservados

É expressamente proibida cópia, reprodução parcial, reprografia, fotocópia ou qualquer forma de extração de informações deste sem prévia autorização dos autores conforme legislação vigente.
Desenvolvido por:
Ribero Design
(67) 9979-5354