14 de Dezembro de 2019 -
 
06/08/2019 - 15h00
Prefeitura de Dourados abre o ‘Agosto Lilás’
Assecom
Agora News
Legenda

A Prefeitura de Dourados fez na manhã desta terça-feira (6) a abertura oficial da Campanha Agosto Lilás e do Programa Maria da Penha Vai à Escola. A solenidade reuniu autoridades e contou com apresentações culturais e palestras, durante toda manhã, no auditório da Prefeitura de Dourados.

O mês de agosto marca os 13 anos da Lei Maria da Penha, citada pela ONU (Organização das Nações Unidas) entre as três melhores leis na defesa dos direitos das mulheres no mundo.20

A violência contra a mulher foi abordada de forma artística com apresentação conjunta da cantora Izabel de Souza e o grupo de balé da Escola Ebacisa.

A chefe de gabinete Darlé Pacheco representou a prefeita Délia Razuk, que não pôde estar presente no evento devido a compromissos anteriormente assumidos, e enfatizou a importância do debate do assunto.

“Queremos ressaltar o importante trabalho desenvolvido pela Coordenadoria de Políticas para a Mulher, que aplica no dia a dia as recomendações da prefeita Délia Razuk na proteção às mulheres contra a violência, com o apoio da Rede de Enfretamento a Violência Contra a Mulher e do Conselho Municipal dos direitos da Mulher”.

Darlé destacou recente conquista da administração Délia Razuk, com o selo destaque “Prefeitura amiga da Mulher”, conquistado recentemente por Dourados em reconhecimento ao Projeto Acalento, que levou atendimento mais humanizado para crianças e mulheres vítimas de violência sexual em Dourados e região.

O ‘Acalento’ concentra as etapas policial, de perícia e psicológica, que envolvem quem sofre crime sexual, no Hospital Universitário.

Sônia Pimentel, da Coordenadoria de Políticas Públicas para as Mulheres, destacou que o público feminino tem se empoderado com informações, se atentando aos seus direitos e denunciando cada vez mais as agressões sofridas por homens.

“O número de denúncias tem aumentado pelo fato de as mulheres estarem informadas, empoderadas e não aceitarem mais violência seja esta física, psicológica, moral ou patrimonial”, disse.

Ela destacou que Dourados não possui até ao momento, em 2019, nenhum registro de feminicídio. “Estamos todos empenhados nessa luta e assim devemos seguir, pois é um assunto de todos. Precisamos nos empenhar para não perder mais mulheres para a violência”, mencionou.

O tema “13 anos da Lei Maria da Penha; Avanços e Desafios” foi abordado pela defensora pública Inês Batisti, da Defensoria de Defesa dos Direitos da Mulher. Posteriormente, a psicóloga Rosimeire Pereira de Souza Martins, proferiu a palestra “Desafios da Mulher Contemporânea”.

A defensora pública Inês Batisti destacou que a Violência contra a mulher está longe de ser “mi, mi, mi” e precisa ser debatida e denunciada. “Muitos alegam que é conversa fiada, mas está longe disso. Temos umas das três melhores leis do mundo. Isso acontece pelo fato de uma mulher não ter se calado. Ela foi atrás de condenar o agressor que a deixou paraplégica, buscou a justiça, os tribunais e até as cortes internacionais. A exemplo dela, não podemos nos calar; temos que lutar por nossos direitos”.

O Agosto Lilás levará ações a mais de 50 escolas municipais, unidades de saúde, empresas, igrejas e instituições públicas e privadas.

 

publicidade
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
© 2013 - AgoraNews.com.br - Todos os Direitos Reservados

É expressamente proibida cópia, reprodução parcial, reprografia, fotocópia ou qualquer forma de extração de informações deste sem prévia autorização dos autores conforme legislação vigente.