26 de Abril de 2018 -
 
11/04/2018 - 13h33
STF decide se concede habeas corpus para Palocci e para Maluf
Defesa de Palocci pede liberdade; defesa de Maluf pede prisão domiciliar.
Redação
G1.Globo

O ministro Edson Fachin, relator da ação, faz um histórico sobre o caso de Palocci - ele fala agora sobre a prisão preventiva decretada contra o ex-ministro.

O ministro Edson Fachin, relator da ação, fala sobre as acusações contra Palocci - condenado a 12 anos, 2 meses e 20 dias de reclusão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. O juiz Sérgio Moro entendeu que Palocci negociou propinas com a Odebrecht.

A defesa de Palocci nega risco de interferência, alegando que a coleta de provas no caso já foi concluída. Relator do caso no STF, o ministro Edson Fachin já negou um pedido de liberdade em maio do ano passado.

Palocci tenta no STF derrubar um decreto de prisão preventiva, que tem objetivo de evitar risco de cometimento de novos crimes ou prejuízo ao andamento do processo, relativo ao recebimento de propina da Odebrecht.

O ministro Edson Fachin apresenta agora seu relatório. O relator é o ministro Edson Fachin.

 

O primeiro julgamento do dia será um pedido de liberdade apresentado pela defesa de Antonio Palocci, ex-ministro dos governos Lula e Dilma, preso desde setembro de 2016 em Curitiba, na Operação Lava Jato.

AGORA

Começa a sessão do STF desta quarta-feira (11).

publicidade
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
© 2013 - AgoraNews.com.br - Todos os Direitos Reservados

É expressamente proibida cópia, reprodução parcial, reprografia, fotocópia ou qualquer forma de extração de informações deste sem prévia autorização dos autores conforme legislação vigente.
Desenvolvido por:
Ribero Design
(67) 9979-5354